Administração familiar da fazenda: dicas para a eficiência

Publicado em 04/08/2020

A gestão de uma fazenda geralmente não é fácil já que envolve processos, pessoas e dinheiro. E quando se trata de administração familiar é mais complexo ainda pois existem os laços afetivos e a dinâmica dos relacionamentos são fatores adicionais que precisam ser levados em conta no planejamento e na tomada de decisão.

Quer saber como ter uma administração rural eficiente com o uso de software de gestão agrícola tornando a sua propriedade mais produtiva? Confira neste artigo.

Administração Familiar

Como vencer os desafios da administração familiar na fazenda

Os proprietários rurais que desejam valorizar os seus produtos, precisam, em primeiro lugar, de uma administração bem planejada e uma gestão igualmente organizada.

As empresas de controle familiar possuem desafios diferentes das organizações não-familiares, tais como questões de negócios e disciplina, quando as posições não ficam muitas claras e o profissional se mistura com o pessoal, comprometendo o funcionamento da empresa.

Nesse cenário, é necessária uma postura diferente da liderança, baseada essencialmente na boa comunicação, na definição do papel de cada membro da família no negócio e na transparência na apresentação dos resultados, para não trazer, posteriormente, problemas entre os sócios-familiares.

 

Controle financeiro

O agronegócio é muito importante para a economia brasileira. O setor é responsável por uma grande fatia do PIB, absorção de empregos diretos e indiretos, além de ser um dos únicos a apresentar crescimento em meio à crise da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, realizados em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em abril, o crescimento foi de 0,36%.

Diante dos impactos da covid-19, esse foi o menor crescimento mensal registrado em 2020. Ainda assim, o aumento no acumulado do primeiro quadrimestre de 2020 passou para 3,78%.

PIB do Brasil

Por outro lado, o produtor trabalha diariamente sem saber como será o preço no dia seguinte, se deve ou não comprar os insumos com antecedência, se armazena ou vende seu estoque, além de outras decisões que podem refletir no resultado da empresa ao final de cada safra.

Nesse cenário, a gestão financeira é um dos principais problemas nas propriedades rurais de administração familiar e isso acontece porque, na agricultura, os volumes de entrada e saída de dinheiro são grandes para as mais diversas operações agrícolas como insumos e custos, por exemplo.

Diante disso, se o gestor não sabe exatamente quais os custos de toda a cadeia da produção agrícola, todo o controle da fazenda será dificultado e os prejuízos vão refletir diretamente nas margens de lucro.

Geralmente é feita uma tentativa de colocar todos esses custos em cadernos e planilhas, mas as atividades diárias de uma fazenda são intensas e esse controle manual se torna uma tarefa quase que impossível.

Não ter o controle adequando da entrada e saída do dinheiro prejudica saber a rentabilidade exata e um melhor conhecimento das áreas da fazenda, impedindo traçar estratégias adequadas para o desenvolvimento do negócio.

 

Governança corporativa na administração familiar

Durante muito tempo a administração familiar na propriedade rural foi baseada na experiência passada de pais para filhos. Mas essa forma de gerir um negócio não funciona mais no cenário atual, onde as mudanças políticas e econômicas são constantes.

Uma das estratégias que pode ser adotada pelas empresas rurais é Governança, um modelo de gestão corporativa que, quando suas ferramentas são aplicadas adequadamente, organizam a fazenda como uma empresa e ainda possibilita a boa relação familiar, inclusive, gerando a continuidade da empresa por gerações.

A governança corporativa é fundamentada em quatro pilares: Comunicação, Transparência, Profissionalização e Apresentação de Resultados, sendo que a adoção e aplicação  desses  princípios são essenciais para o bom andamento do empreendimento rural.

Na administração familiar, esse modelo avançado de gestão pode ser aplicado na criação de um conjunto de mecanismos eficientes o suficiente para garantir o desempenho dos gestores, evitando os conflitos familiares e sem comprometer o desenvolvimento do negócio.

Implantar a Governança na fazenda passa, obrigatoriamente, por uma etapa inicial na qual é preciso conhecer e entender profundamente as características e peculiaridades de cada membro da família envolvido no processo, pois cada núcleo familiar possui características únicas que devem ser analisadas e levadas em consideração na implantação desse modelo de gestão.

Após ter realizado o levantamento de toda a informação necessária para adequar o projeto à realidade da família, inicia-se o processo de implantação da Governança Corporativa, realizada por meio de reuniões entre a família, os sócios do negócio e os profissionais qualificados.

É nessa etapa que são abordadas as  principais questões que geram o desenvolvimento necessário para a profissionalização do negócio familiar.

Para se ter uma boa governança na propriedade rural é necessária uma estrutura sólida e precisa, na qual cada membro da família possa não apenas trabalhar, mas também receber por isso.

Além disso, para o sucesso do negócio, é importante que cada indivíduo tenha as habilidades e conhecimentos necessários na área pela qual é responsável.

É importante a criação de um conselho de família para as situações de conflitos na administração familiar, inclusive para tratar as diretrizes no caso de sucessão.

Outro ponto que deve ser discutido é a preservação dos princípios e valores familiares, que servirão como mote para orientar e determinar os limites entre os interesses de cada um dos membros da família no negócio.

 

Invista em um software de gestão agrícola

A gestão eficiente na administração familiar permite o planejamento, monitoramento e análise de todas as tarefas da propriedade.

O plantio, a proteção da lavoura, a irrigação, a fertilização, a colheita e o controle de frotas, dentre outras atividades, devem ser gerenciadas de forma correta.

Todo esse processo pode ser potencializado por meio de um investimento em um software de gestão agrícola específico para fazendas. O CHBAGRO, baseado em mais de 70.000 programas e dados de mais de 600 fazendas em todo Brasil. conecta as áreas operacional e administrativa de sua fazenda resultando em um controle financeiro eficiente.

Quando uma nota fiscal de compra é lançada, automaticamente o sistema gera uma despesa no módulo financeiro e adiciona um insumo no estoque. Conforme o operador agrícola utiliza os insumos em sua lavoura, o CHBAGRO realiza todos os cálculos necessários para informar quanto, de fato, custou cada fazenda e talhão.

O software da CHBAGRO permite que os gestores enxerguem a fazenda como um todo, sabendo exatamente o que foi gasto e o lucro obtido.

 

Conclusão

Em suma, para uma boa administração familiar de fazendas é necessário um controle das contas e atividades agrícolas de toda a propriedade.

O controle manual, feito por meio de anotações em cadernos ou planilhas, pode parecer uma boa solução no começo, mas, com o tempo, esse tipo de controle acaba se mostrando bastante falho.

Em uma área tão complexa como a agricultura, um software de gestão agrícola específico para fazendas irá proporcionar um melhor controle e, consequentemente, a adequada administração familiar da fazenda.

 

---

Quer saber como fazer sua gestão agrícola da sua fazenda de forma simples e funcional através de um celular ou desktop?

O CHBAGRO já atende 600 fazendas em todo Brasil.

TESTE GRÁTIS POR 60 DIAS COM SUPORTE

Se preferir, envie um email para: contato@chbagro.com.br ou (16) 3713.0200.

Falar conosco pelo WhatsApp!

 

Sandra Mastrogiacomo
Sandra Mastrogiacomo
Sou jornalista, especializada em marketing digital e trabalho há¡ 11 anos na editoria de Agronegócio.
Linkedin

Artigos Relacionados

VOLTAR