Controle de pragas e doenças no Agro 4.0

Publicado em 01/03/2021

O controle de pragas e doenças é crucial para a agricultura. Estima-se que sejam perdidos entre 20 a 40% dos rendimentos das culturas por causa de pragas e doenças. No Brasil, isso pode representar um prejuízo de R$ 55 bilhões.

Nesse contexto, o uso de ferramentas de Agricultura 4.0 para o controle de pragas e doenças cresceu muito e deve continuar a se expandir.

E com esse aumento, abriu-se também um mercado promissor para agritechs, que são startups com foco em resolução de problemas agrícolas de maneira inovadora. São elas que, em sua maioria, estão difundindo a cultura digital no campo.

Controle de Pragas com Agro 4.0

Veja a seguir como o avanço das tecnologias como computação em nuvem, sensores especializados e softwares agrícolas são usados para controle de pragas no campo.


Índice de Conteúdo (clique e vá direto ao assunto que procura)


Modelos preditivos de doença

Sensoriamento remoto é uma ferramenta usada há muitos anos para mapeamentos. Entretanto, o avanço em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias propiciou um refinamento ainda maior.

Dessa maneira, há sensores de alta precisão que conseguem detectar diferentes estágios de doença.

Ocorre que, no controle de doenças, o diagnóstico precoce é essencial. Em outras palavras, identificar o surgimento de uma doença logo no começo pode determinar o quanto a lavoura será afetada pela doença.

Com modelos preditivos, é possível aplicar agroquímicos de controle na hora certa.

Esses modelos são criados a partir de técnicas de Ciência de Dados, tais como Inteligência Artificial, Internet das Coisas e Machine Learning (aprendizado de máquina).

Também, esses sensores propiciam a detecção automática de pragas no campo.

Essa informação, integrada ao sistema de gestão agrícola da fazenda, torna o controle de pragas muito mais ágil e preciso.

No Brasil, algumas startups já oferecem esse tipo de serviço, além de serem parceiras de institutos de pesquisa importantes, como a Unesp.

Similarmente, com o monitoramento automatizado de insetos considerados pragas nos cultivos agrícolas, é possível coletar grandes quantidades de dados.

Com estes, é possível aplicar Inteligência Artificial (I.A.) para elaborar protocolos para controlar essas espécies e evitar que se tornem um problema no campo.

 

Criação de mapas de zonas afetadas

O uso de tecnologias é o pilar da agricultura 4.0.

Assim, além de contribuírem para a detecção automática de pragas e doenças no campo, novos sensores usados em sensoriamento remoto são capazes de criar mapas precisos, identificando onde estão as plantas doentes.

Dessa forma, é possível planejar de maneira otimizada a aplicação de controles de pragas, sejam químicos ou biológicos.

 

Cubicagem de defensivos agrícolas no controle de pragas

Controle de Pragas com Agro 4.0

Um dos maiores problemas no controle ambiental de uma fazenda é a dosagem de insumos, agroquímicos e defensivos agrícolas no campo. Nesse sentido, a agricultura de precisão, outra ferramenta importante da agricultura 4.0, contribui enormemente.

Isso porque reduz os custos de aplicação ao mesmo tempo em que diminui o risco de contaminação ambiental. De fato, estima-se que seja possível economizar cerca de 20% no consumo de insumos, devido à aplicação mais inteligente

Dessa maneira, funcionários que atuem na aplicação de defensivos no campo também ficam mais protegidos contra a contaminação ou intoxicação por esses produtos.

 

Armadilhas automáticas

Com base em técnicas de Manejo Integrado de Pragas (MIP), é possível monitorar automaticamente o surgimento de pragas no campo. A informação chega para o celular do produtor, que recebe alertas sobre possíveis infestações.

Para funcionarem, as armadilhas têm Inteligência Artificial treinada para qualificar e quantificar insetos pragas.

A partir disso, armadilhas com sensores são instaladas. Essas armadilhas coletam dados que treinam a inteligência artificial para reconhecer de maneira cada vez mais precisa de que inseto se trata e quantificar.

Sabendo a quantidade, os gestores da fazenda podem avaliar se a presença dos insetos se tornou praga e requer aplicação de defensivos ou não. Com isso, o controle de pragas é mais eficiente, tem menor custo, causa menor impacto ao ambiente e à saúde do trabalhador.

 

Gestão e monitoramento com softwares agrícolas

A mecanização se tornou grande aliada do produtor rural pela capacidade de diminuir custos e aumentar a velocidade do trabalho nas fazendas.

Com a Agricultura 4.0, as máquinas agrícolas também desempenham outro papel muito importante, de monitoramento da lavoura.

Algumas agritechs, como a Farm Solutions, fornecem equipamentos para maquinas agrícolas que irão realizar o monitoramento da plantação em qualquer operação, colhendo informações importantes sobre a saúde das plantas.

Integrando essas informações a um software de gestão agrícola, como o CHBAGRO, o produtor rural consegue relatórios fundamentais para a melhor tomada de decisão em relação ao controle de pragas e doenças.

Além disso, o CHBAGRO fornece outra vantagem econômica por causa de sua gestão integrada e experiência no agronegócio.

CHBAGRO. O Software Completo para Fazendas.

Quando o produtor rural lança uma nota de entrada de defensivo, o sistema automaticamente gera uma despesa e acrescenta o insumo no estoque. A medida que for aplicando o insumo na lavoura, o software informa quanto, de fato, ele custou em cada talhão.

Dessa forma é possível saber quais as áreas necessitam de maior observação e também quais conseguem proporcionar uma economia de aplicações e, consequentemente, economia de dinheiro.

 

Conclusão

Assim, a transformação digital no campo vem ganhando força com a entrada das agritechs, startups especializadas em soluções pontuais e inovadoras.

Nesse cenário, ferramentas de agro 4.0 como sensores ultrassensíveis, internet das coisas, ciência de dados e software agrícolas são pilares dessa 4º onda da Revolução Agrícola e muito auxiliam no controle de pragas.

Além de todas as vantagens de prevenção e agilidade, o agro 4.0 também possibilita ao produtor rural economizar custos com insumos e defensivos, o que é um grande benefício principalmente por grande parte desses produtos serem importados e afetados pela alta do dólar.

 

---

Saiba mais sobre o único Software Agrícola completo do Brasil!

Fale com analista CHBAGRO

CHBAGRO já atende 600 fazendas em todo país.

Se preferir, envie um e-mail para contato@chbagro.com.br ou ligue 16) 3713.0200.

 

Artigos Relacionados

VOLTAR

Ao clicar no botão “aceito”, o titular dos dados dará permissão para a captação e tratamento de seus dados para que o controlador dos dados os utilize de maneira a atingir suas pretensões pessoais, balizadas pela lei 13.709/18. Cumpre informar que ao clicar em “aceito” o titular dos dados concorda integralmente com a política de privacidade da empresa, disponível em: Política de Privacidade.