Dicas para melhor gestão de máquinas agrícolas e implementos

Publicado em 18/08/2020

Em uma fazenda uma boa gestão representa o diferencial entre o lucro e o prejuízo. Muitos agricultores fazem o correto gerenciamento financeiro e técnico da lavoura, mas se esquecem, ou não dão tanta atenção, à gestão de máquinas agrícolas e seus implementos.

Ao dar menor importância nesse setor, as máquinas agrícolas tendem a não receber a devida manutenção, contribuem negativamente com a queda de produtividade das operações e demandam maiores gastos com ações de reparo emergenciais, elevando custos operacionais dentro da atividade.

Para reduzir os efeitos destas ocorrências, o investimento em uma boa gestão e manutenção de máquinas agrícolas e seus implementos é passo essencial para a gestão geral do agronegócio como um todo.

Gestão de Máquinas Agrícolas

Com o objetivo de auxiliar o agricultor nesse contexto, falaremos sobre as principais dicas para melhorar a gestão e a manutenção de máquinas agrícolas e seus implementos dentro da sua fazenda. Confira!

 

Por que gerenciar máquinas e implementos agrícolas na fazenda?

O agronegócio atual conta com um conjunto de máquinas e implementos cada vez maiores e complexos do ponto de vista tecnológico, principalmente em razão da popularização das tecnologias associadas à agricultura de precisão.

Essa mecanização vem sendo praticamente obrigatória para que agricultores consigam dar conta do crescente aumento da demanda por mais produtividade, sustentabilidade e qualidade da produção.

Porém, máquinas agrícolas e implementos necessitam de cuidados periódicos, tal qual a correta manutenção que, além de manter o bom funcionamento dos equipamentos, aumenta sua vida útil e ajuda o agricultor a evitar gastos desnecessários.

Por isso, paralelamente ao desenvolvimento de novos recursos, é preciso que exista uma gestão adequada quanto à utilização, manutenção e custos de máquinas agrícolas.

Com isso, danos prematuros são evitados e o rendimento operacional tende a aumentar.

 

Gestão de operação de máquinas agrícolas e seus implementos

Não importa o tamanho da sua frota de máquinas agrícolas, a aplicação dos melhores métodos de gestão torna-se fundamental para proteger o patrimônio e diminuir os custos.

Pode parecer difícil fazer os equipamentos trabalharem mais e consumirem menos, mas com uma boa gestão isso é plenamente possível e viável, permitindo um planejamento mais correto de cada máquina agrícola.

Mas qual devem ser as melhores práticas de gestão neste sentido? Confira algumas dicas:

Cheque continuamente a eficiência das máquinas agrícolas

Para que as máquinas agrícolas estejam em pleno funcionamento quando solicitadas, a eficiência dos equipamentos precisa ser continuamente checada.

Para isso são considerados alguns fatores:

  • Pressão e estado de conservação dos pneus;
  • Nível de fluidos do cárter, radiador, transmissão e outros;
  • Observe os filtros de ar, sistemas elétricos, lastreamento e engraxe;
  • Priorize o constante treinamento dos operadores.

Caso algum desses pontos não esteja em boas condições, é preciso tomar as devidas providências, pois ele pode refletir diretamente nos custos de uso das máquinas da propriedade.

Faça o planejamento para melhor uso do maquinário

Assim como em qualquer etapa da produção rural, o planejamento também é fator crucial para uma boa gestão de máquinas agrícolas, impedindo que máquinas paradas ou falta de um implemento para determinada atividade podem significar prejuízos operacionais e financeiros.

Por isso, é fundamental planejar o uso dos equipamentos. O ideal é que máquinas e implementos trabalhem na maior parte do tempo e parem apenas para manutenções e reabastecimentos programados.

Faça a gestão de abastecimento da sua frota de máquinas e implementos agrícolas

Outro fator que influencia diretamente no sucesso operacional e financeiro da atividade rural é o abastecimento da frota. Esse é um fator de suma importância na garantia de um melhor gerenciamento das máquinas agrícolas.

Por isso, monitorar o abastecimento e ter o registro de consumo em cada uma das operações também é parte de uma gestão de frota agrícola mais estratégica. Com uma boa gestão, o gestor da fazenda poderá saber quanto cada máquina gastou com combustível durante a operação.

A gestão permite também controlar estoque, custos, datas, quantidade e frequência dos abastecimentos, fatores que ajudam o gestor a entender o rendimento de cada uma das suas máquinas.

Invista nas melhores práticas para cada atividade e tipo de cultivo

Como sabemos, cada cultura e cada tipo de manejo dentro de uma mesma cultura apresentam práticas específicas e exigem máquinas e implementos agrícolas também específicos.

Um sistema de gestão será essencial para direcionar cada máquina e implemento para cada tipo de manejo exigido.

Além disso, as melhores práticas para cada tipo de cultivo, máquina e implemento, assim como a velocidade correta, irão evitar desperdícios de produto ou o risco de infestação de uma cultura para outra ou de um talhão para outro.

Há ainda a possibilidade, via gestão, de estudar os melhores trajetos de cada máquina no talhão, diminuindo tempo de manobras e reduzindo o consumo de combustível.

 

Gestão da manutenção de máquinas agrícolas e seus implementos

As máquinas agrícolas mais recentes e modernas caracterizam-se por possuir inúmeras funcionalidades que auxiliam os operadores no correto manuseio e uso dos equipamentos.

Seus painéis possuem uma infinidade de informações que indicam qual é o real funcionamento dos componentes envolvidos. Mas, se não existir uma boa gestão de manutenção, tais informações perdem sentido.

Assim, uma boa manutenção preventiva, associada às regulagens de equipamentos asseguram que grande parte das peças não quebrem no meio da operação, nem comprometam a continuidade da operação.

Manutenção de Máquinas Agrícolas

Mas quando devemos planejar a realização das manutenções de máquinas e implementos de uma forma que o dia a dia da fazenda não seja afetado?

O produtor terá essa resposta no manual de instruções de cada máquina e implemento.

Mas vale adiantar: há cuidados que devem ser tomados diariamente, outro ocorrem de acordo com as horas de trabalho e outros são inesperados, em razão de um acidente, por exemplo.

Com uma boa gestão é possível criar uma rotina diária de manutenção preventiva, como:

  • Checar o nível de água do radiador e do combustível;
  • Checar o óleo do motor, a correia e a lubrificação;
  • Checar pressão e estado de conservação dos pneus;
  • Observar rapidamente os sistemas elétricos (partida, luzes, entre outros).

Esses são itens básicos a serem verificados antes de iniciar as operações e podem ser realizados pelos próprios operadores.

Já intervenções mais demoradas e profundas podem ser feitas por mecânicos antes de determinada etapa da produção, como colheita, adubação ou pulverização.

Esse tipo de manutenção deve ocorrer dentro da oficina e é fundamental para evitar paradas para reparos.

 

Gestão de custos de máquinas agrícolas e indicadores de eficiência

Na agricultura, o objetivo de todo agricultor é alcançar a máxima produtividade, mas para isso ele quer usar o volume exato de recursos e insumos. Com a frota de máquinas agrícolas e implementos a busca é exatamente a mesma.

Porém, fazer as máquinas trabalharem com a máxima produtividade, mas fazendo-as gastar menos, pode parecer impossível, mas com o correto gerenciamento isso é plenamente viável.

Com esse tipo de gestão, teremos todos os indicadores de custos, tudo de modo muito mais automático, simples, assertivo e seguro.

Com a manutenção adequada e o correto gerenciamento operacional das máquinas e implementos agrícolas, o tempo perdido com paradas para correção de eventuais problemas são minimizados e os custos são reduzidos.

O CHBAGRO, por exemplo, é um excelente aplicativo para gestão de frota agrícola, pois ajuda no controle de manutenção, abrangendo o custo dessa ação, das oficinas, abastecimentos, consumo de combustível, controle da vida dos veículos, controle de lubrificação, controle de acessórios e todos os serviços periódicos.

Assim, para uma gestão eficiente de todo o maquinário agrícola, é importante o uso deste tipo de software de gestão agrícola específico para fazendas.

O CHBAGRO é baseado em mais de 70.000 programas e dados de mais de 600 fazendas em todo Brasil, permitindo conectar as áreas operacional e administrativa de sua fazenda, tornando o controle financeiro muito mais eficiente.

CHBAGRO - O único software completo para produtores rurais do Brasil.

Conclusão

Nossas máquinas agrícolas e implementos estão cada vez mais modernos, permitindo que o agricultor cresça em produtividade, sustentabilidade e qualidade de produção. Mas sem uma eficaz gestão, não ele não conseguirá tirar o máximo desta evolução.

Daí a importância da gestão de máquinas agrícolas, que pode ser dividida em gestão de operação, gestão de manutenção e gestão financeira.

A gestão de operação ajudará o agricultor a planejar o uso de seus maquinários da melhor forma possível.

Já a gestão de manutenção fará com que os maquinários estejam sempre prontos para quando forem necessários dentro das operações da fazenda.

Por fim, a gestão financeira ajudará na obtenção de dados econômicos com maior assertividade, permitindo tomadas de decisão financeiras mais fundamentadas.

 

---

Saiba mais sobre o único Software Agrícola completo do Brasil!

Fale com analista CHBAGRO

O CHBAGRO já atende 600 fazendas em todo país.

Se preferir, envie um e-mail para contato@chbagro.com.br ou ligue 16) 3713.0200.

 

Diego Cruz
Diego Cruz
Sou Zootecnista (FZEA/USP) e mestre em produção animal sustentável pelo Instituto de Zootecnia. Atualmente sou produtor de conteúdo para a internet.

Artigos Relacionados

VOLTAR