Disponibilidade de Água no Solo para Cultivo da Cana-de-Açúcar

Publicado em 10/11/2021

Preencha o formulário abaixo para baixar o pdf

Para obter alta produtividade agrícola, em especial para a cana-de-açúcar, o solo deve ser bem estruturado, apresentar boa fertilidade e ter disponibilidade de água eficiente.

Assim, é amplamente conhecido que a fertilidade do solo é resultado da interação entre os aspectos químicos, físicos e biológicos do solo visando manter o equilíbrio do sistema.

Desse modo, para o crescimento e desenvolvimento da cana é necessário que o produtor esteja atento à variedade inserida na área, às condições climáticas do local, como temperatura e precipitação, e, tão importante quanto, ao tipo de solo e seu manejo adotado.

Disponibilidade de Água na Cana-de-Açúcar

Podemos destacar que a necessidade hídrica do canavial varia de acordo com a variedade cultivada e estádio de desenvolvimento das plantas sendo o perfilhamento e o crescimento vegetativos as fases mais afetadas pela falta de água.

Nestas fases, o déficit hídrico pode reduzir o crescimento radicular e dos colmos, prejudicando assim o armazenamento de açúcar e promovendo a queda na qualidade da produtividade, acarretando sérios prejuízos econômicos.

Diante disso, vamos entender melhor sobre a disponibilidade de água no solo para as plantas e algumas estratégias que podem auxiliar a reduzir efeitos do déficit hídrico.


Índice de Conteúdo (clique e vá direto ao assunto que procura)


Fertilidade do Solo

Um solo é considerado fértil quando possui a capacidade de manter, de modo adequado e satisfatório, o desenvolvimento das plantas a médio e a longo prazo e de disponibilizar água, ar e nutrientes na quantidade e no momento em que as plantas necessitam.

No que diz respeito à água, o solo é considerado como um reservatório para as plantas e desempenha um papel decisivo nos processos da produção agrícola.

Mas, para isso, deve-se considerar os aspectos químicos, físicos e biológicos do solo.

Vamos entender melhor abaixo.

Solo da Cana-de-Açúcar

Disponibilidade de Água e sua Armazenagem no Solo para a Cana-de-Açúcar

A produção da cana-de-açúcar é favorecida por radiação solar e temperatura, desde que haja disponibilidade de água e de nutrientes no solo.

Desse modo, a manutenção da estrutura do solo é fundamental para que a cana tenha água disponível durante todo o seu ciclo.

Genericamente, o solo com condições adequadas de cultivo deve apresentar boa capacidade de infiltração e de armazenagem de água para que a planta possa absorver a água e que o excesso seja drenado.

É importante destacar que a drenagem é um fator que deve ser devidamente considerado, pois a cana-de-açúcar não tolera condições anaeróbicas e, do mesmo modo que a ausência de água, pode comprometer a produtividade reduzindo o volume de solo explorado pelo sistema radicular da planta.

Para entender mais sobre como a água é armazenada pelo solo e como ela influencia no desenvolvimento da cana, precisamos definir alguns conceitos:

  • A Capacidade de Campo (CC) pode ser conceituada como a máxima quantidade de água que o solo depois de saturado consegue armazenar após a cessação da drenagem. Depois de uma chuva ou irrigação, a água nos poros maiores do solo tende a drenar e o seu movimento nos poros cada vez menores do perfil tende a diminuir, conforme aumenta a sua retenção pelo solo.
  • O Ponto de Murcha Permanente (PMP) é a quantidade mínima de água armazenada pelo solo que as plantas conseguem extrair.
  • A diferença entre a CC e o PMP é chamada de Capacidade de Água Disponível (CAD), ou seja, a variação de armazenagem de água no solo disponível para as plantas desenvolverem. Assim, quanto maior a CAD no perfil do solo, maior será a quantidade de água disponível para as raízes absorverem.

Esta disponibilidade da água no solo para as plantas pode ser quantificada no campo, mas é mais comum sua avaliação a partir da curva de retenção da água no solo, que é o gráfico do conteúdo de água no solo em função da energia de retenção da água no solo.

A cana-de-açúcar é uma cultura semiperene, permanecendo vários anos no campo. Consequentemente, ela pode explorar um maior volume de solo, mas está sujeita às variações de precipitação pluvial entre os anos.

Uma maior disponibilidade de água no solo (maior CAD) pode garantir um melhor desenvolvimento radicular e maior resiliência às intempéries climáticas.

 

Fatores que Interferem na Disponibilidade da Água no Solo para as Plantas

Algumas características relacionadas a classe e ao tipo de solo, assim como ao manejo adotado, influenciam a armazenagem e a disponibilidade da água no solo.

Dentre elas podemos destacar:

  • Textura do solo: um solo com textura argilosa tende a reter mais água que um solo arenoso;
  • Compactação do solo: um solo compactado apresenta espaço poroso reduzido, reduzindo infiltração e CAD, podendo causar erosão;
  • Resistência a penetração e porosidade de aeração: o aumento da resistência do solo à penetração  em períodos mais secos (> 2 MPa) e a diminuição da porosidade de aeração nos períodos de chuva (< 10%) limitam o desenvolvimento radicular e consequentemente o desenvolvimento das plantas;
  • Acidez e presença de alumínio no solo: provocam restrições ao desenvolvimento radicular das plantas, limitando a área de exploração radicular e consequentemente, interferindo na absorção de água e nutrientes.

É importante destacar que quanto menor a área de exploração radicular das plantas, menor será a absorção de água e nutrientes.

Irrigação da Cana-de-Açúcar

Estratégias para Aumentar a Disponibilidade de Água no Solo do Canavial

Sabendo que há uma relação linear entre produtividade de cana-de-açúcar e disponibilidade de água, algumas estratégias são recomendadas para aumento da capacidade de armazenagem de água no solo e da disponibilidade para as plantas, com consequente aumento da produtividade.

Rotação de cultura e manejo conservacionista que tende a promover melhorias na qualidade física do solo e, consequentemente, maior capacidade de infiltração, armazenagem e disponibilidade de água no solo.

A rotação pode ser feita com crotalaria juncea na implantação ou reforma do canavial e consorciação intercalar de feijão-de-porco ou crotalaria spectabilis em soqueira de cana-de-açúcar.

A palhada depositada e o manejo correto do solo adotado podem favorecer o aumento da qualidade do solo.

Adoção de sistemas de manejo do solo como curvas de nível, terraços e outras estruturas que levem em conta características de relevo e clima, podem auxiliar a promover melhor aproveitamento da água e reduzir perda de solo por erosão, permitindo que a água da chuva infiltre no solo e facilite o desenvolvimento de raízes.

A irrigação é uma estratégia que vem sendo bastante utilizada na cultura da cana com diferentes enfoques, como a irrigação de salvamento, a deficitária, a complementar às chuvas e a irrigação plena.

Para isso é importante um bom planejamento e conhecimento do solo do local, de modo garantir suprimento adequado de água às plantas.

 

Conclusão

A água é crucial para o crescimento e desenvolvimento da cana-de-açúcar e o solo é considerado como um “reservatório de água” para as plantas.

Portanto, o solo merece toda atenção e conhecimento durante todo o processo produtivo para a adoção de medidas e estratégias adequadas que promovam a armazenagem e a disponibilidade de água no solo durante todo o ciclo produtivo da cultura de cana-de-açúcar.

 

---

Saiba mais sobre o único Software Agrícola completo do Brasil!

Fale com analista CHBAGRO

CHBAGRO já atende 600 fazendas em todo país.

Se preferir, envie um e-mail para contato@chbagro.com.br ou ligue 16) 3713.0200.

 

Tamires Teles de Souza
Tamires Teles de Souza
Sou Engenheira Agrônoma formada pelo IFSULDEMINAS – campus Inconfidentes, Mestre em Ciências pela ESALQ/USP e doutoranda em Solos e Nutrição de Plantas pela ESALQ/USP.
Linkedin

Artigos Relacionados

VOLTAR

Ao clicar no botão “aceito”, o titular dos dados dará permissão para a captação e tratamento de seus dados para que o controlador dos dados os utilize de maneira a atingir suas pretensões pessoais, balizadas pela lei 13.709/18. Cumpre informar que ao clicar em “aceito” o titular dos dados concorda integralmente com a política de privacidade da empresa, disponível em: Política de Privacidade.