Telemetria e AP: Como melhorar a gestão da sua frota

Publicado em 04/05/2021

Preencha o formulário abaixo para baixar o pdf

Muito conhecida pelos apreciadores de Fórmula 1, a telemetria está cada dia mais presente nas atividades agrícolas.

Assim como na Fórmula 1, onde os carros podem ser ajustados com os dados coletados à distância, atualmente as máquinas agrícolas também são capazes de gerar inúmeros dados que podem ser coletados e analisados remotamente.

Telemetria e Agricultura de Precisão

A telemetria é a coleta e o compartilhamento de dados dos equipamentos de forma remota.

Ela permite que seja realizada uma melhor gestão da frota da fazenda, sendo possível avaliar reduções de consumo de combustível, criação de alertas para proteção de avarias no motor e muito mais.

Quer saber mais sobre a telemetria e como ela auxilia na tomada de decisão e redução dos custos agrícolas na sua fazenda? Veja no artigo a seguir.


Índice de Conteúdo (clique e vá direto ao assunto que procura)


O que é telemetria?

Telemetria é uma tecnologia que possibilita a coleta e o compartilhamento de dados e informações de equipamentos de forma remota.

Essa tecnologia consiste em levantar os dados de máquinas e saber o que está acontecendo em tempo real em cada operação agrícola.

Com o auxílio da telemetria é possível saber se o operador está no talhão correto, se ele está trabalhando dentro das faixas de rotação pré-estabelecidas e, dessa forma, é possível otimizar as operações em campo.

As máquinas e os equipamentos agrícolas possuem uma infinidade de sensores que fornecem muitos dados em tempo real, sendo possível, com a análise desses dados, reduzir os custos operacionais e ser mais eficiente no agronegócio.

Hoje, com ferramentas como telemetria, é possível analisar as operações sem estar o tempo todo no campo.

É possível saber se o operador está dentro da máquina com o ar condicionado ligado e também saber se essa máquina está parada sem realizar a operação em campo.

É possível configurar faixas ideais de trabalho para cada operação agrícola, uma vez que o trabalho em altas rotações acarreta em maiores consumos de combustível. Com o auxílio da telemetria, desperdícios podem ser evitados.

Em alguns casos podemos ter a utilização de um data logger para gravação dos dados coletados para posterior envio à central, que geralmente armazena as informações online.

 

Benefícios da telemetria

Com o auxílio da telemetria é possível ser mais eficiente dentro das operações no agronegócio.

Existem inúmeras formas de coletar os dados via telemetria das máquinas.

Atualmente as máquinas possuem um protocolo de comunicação conhecido como Isobus/CAN, descrito pela norma ISO 11783, o que torna a coleta e transmissão de dados por telemetria mais simples.

Trator e Telemetria
Fonte: AGCO

Máquinas mais antigas e sem rede Isobus/CAN necessitam da instalação de sensores nos locais onde se deseja a obtenção das informações.

Por meio da telemetria é possível levantar dados como:

  • Rotação do motor;
  • Pressão do corte de base;
  • Ar condicionado ligado;
  • Localização no campo;
  • Tipo de operação sendo realizada;
  • Consumo de combustível;
  • Área trabalhada;
  • Custos horários;
  • E diversos outros.

Além desses dados associados ao maquinário agrícola, com o auxílio da telemetria é possível coletar dados de solo e condições climáticas via estações meteorológicas automáticas.

Os sensores utilizados podem ser elétricos, óticos, acústicos, entre outros.

Estes sensores podem fornecer informações desde operações como aração, gradagem, semeadura, colheita, como também de equipamentos operando fora dos padrões pré-estabelecidos.

Ao configurar um tipo de padrão de operação, sempre que a máquina estiver consumindo muito combustível ou atuando fora das faixas ideais, os relatórios podem ser avaliados e estratégias para redução de custos podem ser realizadas.

Com o CHBAGRO é possível realizar a gestão da frota agrícola abrangendo o custo de manutenção, custo de oficinas, abastecimentos, consumo de combustível, controle de vida dos veículos, controle de lubrificação de compartimentos, controle de acessórios, serviços periódicos, e muito mais.

CHBAGRO - O único software completo para produtores rurais do Brasil.

Como usar a telemetria no agro

Com os dados todos centralizados em um sistema e computados, fica mais fácil para os gestores e proprietários analisarem os rendimentos operacionais de cada máquina ou equipamento individualmente.

Os sistemas de telemetria atuais conseguem organizar centenas de equipamentos ao mesmo tempo em uma única central, que não necessariamente precisa estar dentro da fazenda.

Anotações em papéis e cadernetas de campo são substituídas por coletas automáticas de informações, assegurando dados mais confiáveis frente aos preenchidos a mão.

CHBAGRO. O Software Completo para Fazendas.

Com os relatórios em mãos, os gestores conseguem avaliar os custos individuais e horários por equipamento.

Caso algum relatório de algum equipamento apresente um maior consumo de combustível, o equipamento pode ser encaminhado para manutenção ou substituição de peças que podem estar acarretando nesse maior consumo.

Os sistemas de telemetria presentes na cabine dos equipamentos podem emitir sinais sonoros ou mensagens na tela para que os operadores percebam que algo está errado, o que facilita no ajuste das operações de campo em tempo real.

Em sistemas tradicionais, sem o auxílio da telemetria, a análise posterior das operações, enquanto já foram finalizadas, na maioria das vezes não permite a correção em campo de possíveis falhas, sendo pouco eficientes.

Usina São Manoel foi capaz de analisar quais eram os equipamentos que possuíam os melhores rendimentos operacionais analisando os relatórios com o auxílio da telemetria.

Foram analisados melhores consumos de combustível, menores paradas por quebra de peças em campo, melhores custos com reparos e manutenções entre outros fatores dentro da frota da Usina.

Com a instalação de equipamentos de telemetria em toda a frota, a Usina São Manoel conseguiu aumentar a moagem em 30% nos últimos 5 anos sem precisar ampliar a frota.

Este case é um exemplo excelente de como a telemetria pode ser utilizada no campo para redução de custos e aumento das eficiências produtivas.

 

Desafios da telemetria em campo

Alguns desafios encontrados para a utilização da telemetria em campo ainda esbarram na conectividade, principalmente em regiões onde não temos cobertura de internet.

Comunicação na Telemetria

Porém existem sistemas onde os dados coletados podem ser armazenados em um data logger, com posterior envio à central, quando tiver presença de regiões com sinal de internet.

Nestes casos, a correção das atividades em tempo real acaba não sendo possível de ser realizada, mas mesmo assim, os dados coletados podem ser analisados para busca de melhores rendimentos operacionais em campo.

Outro grande gargalo são os gestores e profissionais capacitados para olhar todos estes dados e traçar estratégias para otimizar as atividades em campo.

A fazenda ou a empresa do agronegócio deve capacitar a equipe ou contratar profissionais capazes de pensar em soluções e melhorias frente aos dados coletados, uma vez que equipamentos e plataformas já existem inúmeras prontas no mercado.

 

Conclusão

A telemetria deve ser utilizada para estudo dos rendimentos operacionais de cada equipamento da propriedade.

Com dados em mãos, é possível reduzir a frota de máquinas da propriedade e manter os mesmos rendimentos operacionais.

Com o auxílio da telemetria é possível entender o dia a dia da frota agrícola, as peças que mais quebram, os custos com reparos e manutenções e, frente a isso, selecionar as marcas que apresentam melhores rendimentos em campo.

A telemetria vem sendo cada vez mais utilizada no campo e tem se mostrado como uma excelente ferramenta para o gerenciamento da frota e auxílio na tomada de decisões.

 

---

Saiba mais sobre o único Software Agrícola completo do Brasil!

Fale com analista CHBAGRO

CHBAGRO já atende 600 fazendas em todo país.

Se preferir, envie um e-mail para contato@chbagro.com.br ou ligue 16) 3713.0200.

 

Luis Gustavo Mendes
Luis Gustavo Mendes
Sou Engenheiro Agrônomo e Licenciado em Ciências Agrárias pela ESALQ/USP em Piracicaba-SP. Mestre em Engenharia de Sistemas Agrícolas, tema "Agricultura de Precisão" na mesma Instituição. Atualmente sou professor e empreendedor.
Linkedin

Artigos Relacionados

VOLTAR

Ao clicar no botão “aceito”, o titular dos dados dará permissão para a captação e tratamento de seus dados para que o controlador dos dados os utilize de maneira a atingir suas pretensões pessoais, balizadas pela lei 13.709/18. Cumpre informar que ao clicar em “aceito” o titular dos dados concorda integralmente com a política de privacidade da empresa, disponível em: Política de Privacidade.